:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Editoriais

Estamos sempre mudando de opinião.


.:: mês anterior :: :: :: :: October 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.

31 Outubro

1374 almas salvas diariamente

Finalmente voltamos a ter estatísticas de visitação no botequim. Na semana passada, o número de insistentes diários foi o acima (já dissemos, parafraseando Mestre Almirante: nós só trazemos a pessoa amada em dois dias se pudermos devolvê-la em três). O horário com mais visitas: das 13 às 14 horas, o que significa que a audiência é uma cambada de vagabundos, sim, mas pelo menos usa a hora do almoço para flautear pela internet.
16:49:53 - Zeno - 6 comentários

24 Outubro

A gente faz aniversário, mas quem comemora somos nós

Millôr, um hipopótamo
Na semana de aniversário do blog, recebemos presente da mui gentil leitora Iara, que disse ser o desenho do Millôr acima "a nossa cara". Da esquerda para a direita, eu sou aquele ali, o mais bonitinho.
15:02:00 - Zeno - 2 comentários

22 Outubro

Escrevendo verdades n'água desde 2003

The Eye of The Hippo

Num dia como hoje, precisamente hoje, logo hoje —cúspide de libra e escorpião, um perigo!—, os sócios idealizadores deste grêmio pândego-lítero-etílico-colo-reto-procto resolveram fundar um blogue ("O que é fundar um blogue comparado a fundar um banco?", indagaria Brecht) com a ambição tão comedida quanto diletante de fiscalizar e aprimorar a humanidade e tudo que dela possa servir (disfarçar-se?) de legado, observando à risca aquela máxima: "Houveram erros no passado, no futuro não haverão mais".

Mil e noventa e cinco dias, mais de 2.500 posts (cerca de 2,3 por dia, calculo eu) e umas 2.600 garrafas de uísque depois (média diária de 2,4 garrafas, mais ou menos uma para cada post), o propósito inicial não apenas é descumprido com esmero persecutório, como o passar do tempo nos tem mantido distantes de uma posição digna de suborno na exata proporção em que minguam nossas contas bancárias. Assim é que os founding fathers do Hipopótamo Zeno já sequer dignam-se de lembrar de uma efeméride tão momentosa: o aniversário de três aninhos desta bagaça —se bem que pode ter sido qualquer coisa entre Alzheimer, coma alcoólico, dementia praecox ou pura indolência mesmo.

Coube a mim, tardio membro ad-hoc do conglomerado Flußpferd Zeno GmbH, imbuído do papel de Grilo Falante, fazer as vezes.

Durma-se.

Podemos estar lhe auxiliando em algo mais? O Hipopótamo Zeno agradece a sua atenção, tenha um bom dia!
00:01:00 - Pinto - 5 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: October 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.