:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Je me souviens

Eu te lembro que esta seção tem como dívida explícita o “Je me souviens” de Georges Perec, o livro de Geraldo Mayrink e Fernando Moreira Salles e a série “Ich erinnere mich” publicada no Die Zeit.


.:: mês anterior :: :: :: :: June 2011 :: :: :: :: próximo mês ::.

02 Junho

Ostentando a sua fibra

O assunto futebol andou driblando aqui no blog, o sub-assunto “Será o Barcelona o melhor time de todos os tempos?” também foi escalado, entonces eu gostaria de dar um ou dois pitacos sobre a peleja. Corria o ano da graça de 1996 e eu me encontrava miseravelmente em terras tedescas e distantes, torcendo marromenos para o Werder Bremen só porque o uniforme do time era verde e branco. A internet era a lenha ou inexistente, os jornais chegavam com duas semanas de atraso, quando chegavam, e os interurbanos custavam o PIB da Somália a cada ligação. Mesmo assim, eu insistia e ligava para ter mais detalhes da tal campanha milagrosa do Palmeiras, que iria desembocar no “Ataque dos 100 gols” ao final do campeonato. Cada ligação passava pelas mesmas etapas, “E aí, o Verdão?”, “Como, [ruído na linha], ganhou de novo?”, “Não é possível!?”, “Quantas vitórias seguidas? Quantas? [e aí vinha o número crescente] Não é possível!?”. Meu desespero por não estar no Brasil só se igualava à minha alegria pelos resultados (“Como, seis a zero no Santos?! Na Vila Belmiro?! É pegadinha??”), e desde então carrego a mágoa de não ter vivido in loco um dos muitos ápices do meu querido Palestra. Até agora. Porque um moleque abnegado botou na rede a campanha inteira de 1996 no Youtube, precedida de um comentário de outro moleque a respeito dessa história de Melhor Time de Todos os Tempos. Enfim, hoje, 2 de junho, os palmeirenses daqui e da Alemanha comemoram os 15 anos da conquista de um dos times mais incríveis que já se viu no futebol. Senhores tricolores, alvinegros paulistas e santistas, por favor, em nome do futebol, comemorem comigo. Um brinde a esse troço que nos ocupa pelo menos duas vezes por semana, desde que o mundo é mundo, e que às vezes transcende essa nossa vidinha retranqueira.
20:26:38 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: June 2011 :: :: :: :: próximo mês ::.