:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Jornal Velho

Recortes e papéis de ontem, de duas décadas, do mês passado, de hoje - o pesadelo do pessoal de limpeza.


.:: mês anterior :: :: :: :: July 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.

14 Julho

Da série: no governo FHC não tinha disso

Manchetes dos jornalinhos de hoje:

- Folha: PF acusa Opportunity de driblar fiscalização

- Globo: Relação de Daniel Dantas com governo preocupa Lula

- Estadão: Dantas faz lobby para negócios ilícitos no Planalto, afirma PF

- Correio: PF investiga lobby de Dantas no Congresso

- Gazeta Mercantil: A teia de aranha societária de Dantas

- Jornal do Commercio: Daniel Dantas volta a depor na quarta
09:36:48 - Pinto -

13 Julho

Gilmar amendments

A mesma medida, dois pesos:

- Na Época desta semana (chega aqui de graça, eu leio, fazer o quê?), um perfil requentado e lacunoso de Dantas a partir da matéria anterior da piauí. Revela-se que ele "antecipou" os movimentos do mercado e concluiu que haveria um confisco da poupança, multiplicando os ganhos do banco Pactual.

- Na CartaCapital, o mesmo assunto é descrito de outra forma: Dantas, à época homem-forte da economia do partido Capitães Hereditários, Senhores de Engenho, UDN, Arena, PDS PFL DEM havia sido convidado para o ministério de Collor. Recusou, mas teria sido um dos cérebros por trás do confisco.

A Veja não me dei o trabalho de ler.

Em tempo: não deixa de ser estranho a forma intempestiva como as semanais, fora a Carta, e os jornalões "descobriram" a figura de Dantas, eles que há tanto tempo alertam para a corrupção que grassa no governo federal pós-El-Rey FHC, é claro.
11:34:42 - Pinto -

11 Julho

Dalmo Dallari falou, Dalmo Dallari avisou...

Transcrito da Folha de S.Paulo de 8 de maio de 2002, tempos da bem-aventurança do segundo mandato d'El-Rey FHC, que só legou ao Brasil coisas boas:

TENDÊNCIAS/DEBATES

SUBSTITUIÇÃO NO STF

Degradação do Judiciário

DALMO DE ABREU DALLARI

Nenhum Estado moderno pode ser considerado democrático e civilizado se não tiver um Poder Judiciário independente e imparcial, que tome por parâmetro máximo a Constituição e que tenha condições efetivas para impedir arbitrariedades e corrupção, assegurando, desse modo, os direitos consagrados nos dispositivos constitucionais.

Sem o respeito aos direitos e aos órgãos e instituições encarregados de protegê-los, o que resta é a lei do mais forte, do mais atrevido, do mais astucioso, do mais oportunista, do mais demagogo, do mais distanciado da ética. [Leia mais!]
21:27:00 - Pinto -

10 Julho

Varões de Protógenes

176-617, 176-671, 176-761
22:19:19 - Pinto -

08 Julho

"o inferno de dantas" não tem preço

prestem'ção que agora é daquelas prova de 2ª época em pleno vestibular.
e traz o whisky e os petisco que a briga é de cachorro grande.
17:57:01 - George Smiley -

02 Julho

Aceita cheque?

Há algumas semanas vimos acompanhando o notável desempenho de Sonia Sacy à frente da coluna que assina no Estadão e reparamos que a foto de abertura do espaço tem, em geral, sido dedicada a uma peça comercial —em outras palavras: um anúncio— ora em produção: um perfume, uma grife, um sei lá o que, mas tudo coisa fina. Foto grande, três colunas pelo menos.

Depois vêm aquelas promotoras proibindo entrevistas com candidatos por se tratar de propaganda e neguinho estranha. O MP está bem é avançado no quesito, uma vez que a gente mesmo já não consegue distinguir o que é notícia e o que é jabá mesmo.
11:50:02 - Pinto -

.:: mês anterior :: :: :: :: July 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.