:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

Fábula de isopor

Todo esse auê em torno do dito "mercado do luxo" em São Paulo —a megaloja fascistóide erguida na fedentina do Pinheiros, as madames emplastradas gastando o dinheiro que não ganham em coisas que não precisam para dar satisfação a quem não devem, a Veja finalmente se assumindo como catálogo de compras— e eu me lembrei da seguinte historinha, que ilustra muito bem a desimportância das coisas relevantes e o conseqüente crédito que merecem os detalhes banais.

Diz-se que o elefante chegou todo faceiro na lanchonete e, para o espanto de todos, sentou-se, cruzou as perninhas e pediu um suco de laranja. Como fosse estabelecimento muito fino, ninguém disse palavra, e logo lhe serviram o suco que o elefante sorveu de canudinho, para em seguida chamar o garçom e pedir a conta.

— Cinqüenta reais.

— Cinqüenta reais?! — assustou-se o paquiderme.

— Isso mesmo, senhor — anuiu o distinto garçom.

O elefante, que também era elegante, apenas pôs a mão no bolso, tirou uma nota e pagou. Fez menção de ir embora quando finalmente o dono do estabelecimento não resistiu:

— O senhor me desculpe a intromissão, mas é que o senhor é o primeiro elefante que visita minha lanchonete.

— Também, pudera! Pelo preço que o senhor cobra pelo suco de laranja...!
posted at 11:49:59 on 17-05-2005 by Pinto - Category: Zenices


Comentários

Zeno wrote:

E aguarde notícia bomba nos próximos dias sobre a supracitada loja fascistóide - uma promessa que só um blogue irresponsável como o nosso pode fazer.
19-05-2005 06:41:39

j. beberibe self wrote:

luxo e vida severina...
19-05-2005 12:54:32

rmx wrote:

Aguardando.
20-05-2005 16:04:57

Zeno wrote:

Putz, tinha me esquecido. Segura mais um bocadim.
20-05-2005 16:23:21

cleonilda wrote:

é real
21-02-2011 19:41:04

felipe wrote:

iso e legau
12-03-2011 12:35:05

dhemele wrote:

gostei muito anchei tudo muito bom ver se vcs colocar mais fabolas de isopor ou se nao de outra pessoa .
31-03-2011 14:17:29


Incluir comentário

Este post está fechado. Não é possível adicionar novos comentários a ele ou votá-lo