:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

Adicional por insalubridade

Quarta à tarde, dia ensolarado, a Sala 07 está em silêncio. Os poucos barulhos que se ouvem são o cléque-cléque opala 73 de um Pentium III a lenha, o ronronar de um Ibook barbie, as engasgadas de um Imac Lemon à espera de um Pitanguy eletrônico e as maracas de um Athlón Celerón hecho em Assunción. Alguém baixa, na surdina e no LimeWire, um mp3. Numa caixa de som muquifada, começam os acordes de "Don’t go breaking my heart", da dupla Elton John/Kiki Dee. Soam protestos, "Quimerdaéessa?", "Toca Raul!", "Jacira por jacira, bota o Emílio Santiago aí, pô". Novo silêncio. Na hora do refrão, a sala explode em vozes cantando o "Huu huu, nobody knows it". Desde "The full monty/Ou tudo ou nada", não se via algo parecido. A expectativa para os Carpenters, na semana que vem, é grande.

posted at 12:59:04 on 30-09-2004 by Zeno - Category: Tectum Intuentes


Comentários

Walter wrote:

Huu huu,nobody deserves it!
30-09-2004 13:29:43

Dr.P wrote:

Brrrrrrrhuahhahahahahahahaha!
30-09-2004 14:06:45

Nelson Moraes wrote:

Quem sobreviverá até a próxima semana? Falar nisso, olhaí: "I Will Survive!"
(sai da sala aos gritos de fag! fag!)
30-09-2004 14:53:16

Cynthia wrote:

Melhor é já emendar com um "I am what I am, and what I am needs no excuses..." ;o)
30-09-2004 15:36:13

Artur wrote:

No pain, no gaynor
30-09-2004 16:12:08

Sorel wrote:

Confesso, estava na sala. Sim, fiz Huu, huu. Mas não, não era pelo refrão, era pelo dedão, esmagado entre o mouse e o teclado pois navegava em águas revoltas, sabe como é, lendo notícias sobre o Jeane.
30-09-2004 19:06:47

Cam Seslaf wrote:

Hahahahahahaha!
30-09-2004 20:05:49

A Direção wrote:

Errata Editorial: onde se lê "Jeane" acima, leia-se Jenna. Jameson.
01-10-2004 10:51:41

John Self wrote:

essa escalação de time cibernético ñ tem preço.
01-10-2004 17:50:11

Zeno wrote:

Pô, é mesmo. A canalhada unida.
01-10-2004 19:01:29

John Self wrote:

é triste, mas os glitter eighties (q. na verdade começaram 'circa' 75) estarão inextricavel/e enclastrados nos neuronios, hoje talvez maduros, a conspurcar as mais críticas memórias de quem lá esteve teen-indo.
e nos carpenters, ah, tinha um amigo q. ia às festinhas c/ um drops, q. era redondo, num dos bolsos de frente da calça, e q. qdo atacavam de 'there's a rush tonite..', ele ia dançar juntinho, a moça encostava ali, rolava aquele 'opa', ela ia então pro lado 'correto', e daí em diante era o amor crescendo a cada compasso e cochicho...
num tem jeito, essa memória é mais forte q. ele.
pode botar para a canalha q. é tiro e queda.
02-10-2004 18:43:23

Zeno Memorioso wrote:

Essa do drops merece panteão de canalhice, junto com outra da mesma época: um amigo carregava uma moeda no bolso e fazia a abordagem "Vamos dançar?". Caso rolasse uma tábua (vocabulário da época) "Não, obrigada, tô cansada", ele sacava a moeda do bolso e entregava para a fulana: "Tó, da próxima vez você vem de ônibus".
04-10-2004 12:12:39


Incluir comentário

Este post está fechado. Não é possível adicionar novos comentários a ele ou votá-lo